Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/2548
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Corrêa, Murilo Duarte Costa-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4262435Z3pt_BR
dc.contributor.advisor-co1Cunha, Luiz Alexandre Gonçalves-
dc.contributor.referee1Costa, Lúcia Cortes-
dc.contributor.referee2Matos, Andityas Soares de Moura Costa-
dc.contributor.referee3Leandro, José Augusto-
dc.contributor.referee4Borges, Clara Maria Roman-
dc.creatorSouza, Karoline Coelho de Andrade e-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4389087T8pt_BR
dc.date.accessioned2018-06-26T13:24:19Z-
dc.date.available2018-06-26-
dc.date.available2018-06-26T13:24:19Z-
dc.date.issued2018-03-22-
dc.identifier.citationSOUZA, Karoline Coelho de Andrade e. Entre a polícia-repressão e a polícia biopolítica: um estudo de caso das Unidades Paraná Seguro em Curitiba (2012-2015). 2018, 183f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas), Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/2548-
dc.description.abstractThe present study aims to analyze the discourses and practices that involved the implementation of the Paraná Security Units and the related police action in the city of Curitiba, during the years of 2012 to 2015. For achieve this purpose a qualitative methodology was used through of a case study of UPS in Curitiba, based on documental and bibliographic research. Interdisciplinary theoretical fields were used with an object in common: the police. At first, we resorted to the historical analysis of the police, both in its European and Brazilian development. At second, we used the policing studies like a primary source to understand the police, as well as their transformations throughout the time. Next, the work turned to the empirical analysis of the Paraná Security Units to establish their contours: in addition to analyzing the discourses and practices, it was also sought to examine the socioeconomic context of Curitiba and, more specifically, the neighborhoods selected for the implementation of the Units. Starting from the data collected and the police's careful understanding of the historical-sociological perspective, one can perceive a lack of correspondence between what the Units were, based on the work performed, and the way police are understood in these two fields of study. Thus, both the historical matrix and policing studies understand the police on their only repressive side – the police as an instrument of the monopoly of the state force that has been brutalized by the historical characteristics of Brazil. To carry out an analysis that could comprehend it in the most integral way possible, one resorted to the philosophy of Michel Foucault, formulating the hypothesis that the Paraná Security Units would be, besides forms of action of the repressivepolice, also an instrument by which police become a bioeconomic agent of the city. The program was divided between UPS-Security, responsible for the repressive facet and UPS-Citizenship, to allow the inclusion of the community and its territory in the veins of cognitive capitalism with the proposal to resolve problems related to social vulnerability and to carry citizenship to communities. In the last instance, in addition to the biopolitical action of the police, the program tried to develop a specific form of citizenship, which we named governmentalized citizenship, to mean the inclusion of the life in new forms of control from the economic element, even if presented as a way of developing the political, social and democratic dimension of citizenship.pt_BR
dc.description.resumoO presente estudo teve como objetivo analisar os discursos e práticas que envolveram a implantação das Unidades Paraná Seguro, e a referente atuação policial, na cidade de Curitiba, durante os anos de 2012 a 2015. Para atingir este objetivo utilizou-se de uma metodologia qualitativa, por meio de um estudo de caso das UPS em Curitiba, pautada em pesquisa documental e bibliográfica. Foram mobilizados campos teóricos interdisciplinares, mas com um objeto de estudo em comum: a polícia. Em um primeiro momento, recorreu-se à análise histórica da polícia, tanto em seu desenvolvimento europeu, quanto brasileiro, como também às teorizações dos policing studies com o intuito de compreender a polícia, bem como a fim de descrever suas transformações ao longo do tempo. Em seguida, o trabalho voltou-se para análise empírica das Unidades Paraná Seguro para estabelecer seus contornos: além de analisar os discursos e práticas, também procurou-se examinar o contexto socioeconômico de Curitiba e, mais especificamente, dos bairros selecionados para implantação das Unidades. A partir dos dados colhidos e da compreensão atenta da polícia sob a perspectiva histórico-sociológica, pode-se perceber uma falta de correspondência entre o que as Unidades foram, a partir do trabalho policial realizado, e a maneira como é compreendida a polícia nesses dois campos de estudo. Assim, tanto a matriz histórica, quanto os policing studies compreendem a polícia em sua face tão somente repressiva – a polícia como instrumento do monopólio da força do Estado que foi embrutecida pelas características históricas do Brasil. Para realizar uma análise que pudesse compreendê-la da forma mais integral possível, recorreu-se à filosofia de Michel Foucault, formulando-se a hipótese de que as Unidades Paraná Seguro seriam, além de formas de atuação da polícia-repressão, também uma forma de mobilizar o aparelho policial no sentido de transfigurar a polícia em um agente bioeconômico da cidade. O programa foi dividido entre UPS-Segurança, encarregada dessa faceta repressiva, e UPS-Cidadania, como forma de permitir a inclusão da comunidade e de seu território nas veias do capitalismo cognitivo com a proposta de resolver problemas atinentes à vulnerabilidade social e de levar cidadania às comunidades. Em última instância, pode-se perceber que, além da atuação biopolítica da polícia, o programa procurou desenvolver uma forma específica de cidadania, a qual atribuímos o nome de cidadania governamentalizada, por tratar-se da inclusão da vida em novas formas de controle a partir do elemento econômico travestida de desenvolvimento da dimensão política, social e democrática da cidadania.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Angela Maria de Oliveira (amolivei@uepg.br) on 2018-06-26T13:24:19Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) Karoline Coelho de Andrade.pdf: 7349201 bytes, checksum: 2657e5ca4969dd513ee8b3dea23cd5e8 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-06-26T13:24:19Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) Karoline Coelho de Andrade.pdf: 7349201 bytes, checksum: 2657e5ca4969dd513ee8b3dea23cd5e8 (MD5) Previous issue date: 2018-03-22en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Estadual de Ponta Grossapt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentSetor de Ciências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.publisher.initialsUEPGpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectPolícia biopolíticapt_BR
dc.subjectCapitalismo cognitivopt_BR
dc.subjectPoliciamento comunitáriopt_BR
dc.subjectBiopolitics policept_BR
dc.subjectCognitive capitalismpt_BR
dc.subjectCommunity policingpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.titleEntre a polícia-repressão e a polícia biopolítica: um estudo de caso das Unidades Paraná Seguro em Curitiba (2012-2015)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Appears in Collections:Programa de Pós - Graduação em Ciências Sociais Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Karoline Coelho de Andrade.pdfdissertação completa em pdf7.18 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons